Nautiluz - Início

Nautiluz - Conteúdo

Como reduzir os custos com planos de saúde corporativos

SAÚDE E ODONTO

Planos de saúde corporativos: benefícios ou riscos à saúde das empresas?

 

A gestão estratégica capaz de reduzir os custos com planos de saúde corporativos é uma tarefa que, atualmente, não dispensa ajuda profissional.

Ainda que a adesão das empresas aos planos de saúde seja opcional, não há dúvidas de que a oferta desse benefício é um poderoso fator motivacional, uma estratégia eficaz para a atração de novos talentos, um diferencial das empresas que desejam demonstrar quanto se importam com seus colaboradores e querem ficar conhecidas no mercado como bons locais para se trabalhar.

Todavia, os elevados gastos com os planos de saúde preocupam continuamente os gestores fazendo com que se perguntem se tais contratos são mesmo benefícios às suas empresas. Será que o custo exigente não tem transformado os planos de saúde corporativos em empecilhos ao desenvolvimento econômico das empresas?

Se essa é uma questão com a qual você tem se ocupado, está na hora de conhecer algumas maneiras pelas quais podemos reduzir os custos com os planos a fim de tratar tanto da saúde física dos colaboradores quando da saúde financeira de sua empresa a longo prazo.

 

 

Como gastar menos com planos de saúde?

Em geral, o número das pessoas incluídas nos contratos dos planos de saúde corporativos já proporciona condições mais vantajosas do que aquelas disponíveis para os planos individuais. No entanto, os custos ainda podem ser bastante elevados e, nalguns casos, realmente comprometedores.

Supondo que você chegou até aqui porque deseja saber como reduzir os custos com planos de saúde corporativos, listaremos alguns conselhos práticos que podem fazer a diferença em sua gestão dos recursos corporativos.

 

 

Escolha a melhor modalidade de contratação e tipo de cobertura

Na contratação de um plano de saúde corporativo não basta contar com um número elevado de funcionários, também é preciso conhecer e escolher a melhor modalidade dentre as opções disponíveis.

E qual seria a melhor modalidade de plano de saúde? Sempre, a melhor modalidade é aquela que, depois de bem avaliada, mostra-se a mais adequada para atender aos interesses e necessidades específicos do contratante.

Os custos com os planos de saúde dependerão, primeiramente, das coberturas assistenciais incluídas no contrato. Além da básica assistência ambulatorial, as operadoras oferecem planos que combinam a assistência hospitalar, a obstetrícia e a assistência odontológica. A escolha, novamente, deve ser feita de acordo com as necessidades do corpo de colaboradores em suas respectivas funções.

Lembre-se que qualquer plano de saúde corporativo pode sair caro caso o contratante não atente a todas condições contratuais. Neste sentido, é imprescindível ter ciência das eventuais carências, da presença e disponibilidade da rede credenciada da operadora, dos valores máximos de reembolso para os casos em que um segurado opta por atendimento médico em local não credenciado etc.

E já que existem opções, será possível reduzir custos com seu plano de saúde simplesmente adotando uma política de diferenciação por cargos. Não se trata apenas de oferecer planos mais completos e caros de acordo com a posição que cada funcionário ocupa na hierarquia da empresa; trata-se de escolher as coberturas de maneira inteligente, personalizando-as, adequando o plano aos riscos específicos de cada colaborador no desempenho de seu cargo.

 

 

Confira o alcance da rede credenciada

Parte dos custos com planos de saúde corporativos está diretamente relacionada à qualidade e à amplitude geográfica coberta pela rede de atendimento credenciada. Aqui também se deve levar em conta as necessidades da empresa e de seus colaboradores para que a melhor escolha seja feita.

Considere que há planos que restringem sua cobertura ao estado ou município em que a empresa está sediada, enquanto há opções que estendem essa cobertura a todo o território nacional ou mesmo ao exterior. A contratação de um plano de saúde corporativo é seguramente um mau negócio quando não garante a assistência médica para os segurados em seus respectivos ramos de atuação.

 

 

Trabalhe para reduzir a sinistralidade

Os reajustes nos valores devidos às operadoras de planos de saúde podem ser revistos anualmente e as regras, estabelecidas em contrato, geralmente seguem os índices de sinistralidade registrados no último período. Ou seja, os custos com planos de saúde corporativos se ajustam anualmente de acordo com o uso que a equipe de colaboradores faz dos serviços de assistência à saúde ofertados.

Uma empresa não pode, certamente, prever todos os eventos relacionados à saúde de seus colabores que os levará a usar os serviços do plano de saúde contratado, no entanto, seus gestores podem implementar ações preventivas que, a médio e longo prazo, promovem a redução dos custos com planos de saúde.

Isso tem sido feito com sucesso através de investimentos em um Programa de Prevenção de Riscos Ambientais (PPRA) e no Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional (PCMSO), além da implementação de campanhas educacionais que incentivam um estilo de vida mais saudável e ensinam sobre a importância de que todos façam um uso consciente do plano de saúde coletivo.

 

 

Considere a coparticipação colaborativa

É cada vez mais comum que os contratos firmados entre empresas e operadoras de planos de saúde corporativos contenham cláusulas que estabeleçam a participação dos beneficiários no custeio de alguns procedimentos médicos com a finalidade de reduzir os custos fixos com a mensalidade dos planos.

Tanto no caso das coparticipações quanto no das franquias o segurado deverá arcar com determinada parte do valor devido (ou à própria operadora ou ao prestador do serviço médico) cada vez que precisar passar por uma consulta ou realizar um exame.

A principal vantagem dessa estratégia é que ela inibe certos abusos e, consequentemente, controla a sinistralidade média do período evitando sustos na hora dos reajustes anuais.

 

 

O papel da consultoria de benefícios 

Reduzir os custos com planos de saúde corporativos sabendo explorar cada uma das estratégias anteriormente apresentadas é uma tarefa bem mais simples para quem conta com a ajuda de uma consultoria de benefícios como a Nautiluz, uma empresa que atua no mercado de seguros há mais de 40 anos e é especialista na gestão de benefícios de saúde.

Atuando junto à empresa para estabelecer uma parceria vantajosa e transparente na gestão estratégica de seus benefícios, a Nautiluz oferece:

  • assistência especializada ao setor de Recursos Humanos na contratação de planos de saúde corporativos sob medida;
  • atendimento personalizado para atuar de perto no controle descomplicado das rotinas administrativas que promovem a tranquilidade dos gestores e a melhor assistência aos segurados;
  • acompanha e auxilia a empresa no controle da sinistralidade por meio de programas próprios de gestão de saúde e qualidade de vida;
  • mediação eficaz entre a empresa e as operadoras de seguros para garantir os melhores acordos.

 

São muitas as razões pelas quais podemos afirmar que a ajuda profissional de uma consultoria de benefícios é a melhor maneira de reduzir os custos com planos de saúde corporativos e cuidar da saúde financeira de sua empresa. Conheça nossos diferenciais.

 

eBook - 5 passos para REDUZIR OS CUSTOS com planos de saúde corporativos

CLIQUE NA IMAGEM E BAIXE JÁ O SEU!